segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Sexo no amor e na libertinagem



 O sexo pode ser traduzido em diversas definições, as vezes é um assunto evitado pelos pais e geralmente descoberto entre amigos. O sexo satisfaz desejos pessoais e ajuda a união íntima entre duas (ou mais) pessoas. Esta satisfação por muito tempo foi discutida por ideologias diferentes, tanto religiosas, quanto pessoais trazendo em conflitos ou não, um modo de ver, pensar ou restringir a prática, como por exemplo, o conceito de que só se deveria faze sexo após o casamento, ou ainda a foma de condenar o sexo como algo errado e repreendê-lo.

 Hoje o sexo é um assunto e uma decisão livre para qualquer um, mas valorizado de diversas formas, seja na necessidade, no amor ou na libertinagem.



 Quando duas pessoas se amam e se sentem prontas para um próximo passo, com segurança, responsabilidade e consciência, não há problema em fazerem sexo, pois quando se há amor, tudo sai bom e gostoso e as lembranças ficam guardadas com carinho. O sexo mais respeitável é feito com compromisso, ou seja, quem faz assume ou já assumiu algum compromisso com o outro.

 Assim é o sexo no amor, diferente do que se faz na depravação, quando as pessoas param de dar valor ao que se sente, ao amor, aos sentimentos e a qualidade do sexo, passando a se importar mais com quantidade, com quantas garotas vão transar, com quantos beijos vão dar nas baladas. Este é o sexo pela libertinagem, oriundo e reforçado pela vulgaridade, desrespeito, mal costumes e ridicularização daqueles que se importam mais com seu status e as opiniões alheias, do que com o que sentem, se é que sentem algo, porque sexo e amor se completam e com certeza depravação não substitui amor, assim como tesão não substitui sentimentos fortes, duradouros e mais reais.

 Se duvida, responda para si mesmo: você prefere fazer sexo com quem você ama de verdade ou com outra pessoa que nem conhece direito só porque ela é mais dotada/dotado?

 Os pais no desenvolvimento dos seus filhos podem ou não aconselhá-los da forma que for necessário, embora nem todos o façam, mas é de grande importância essa intervenção, no sentido de que um jovem em determinada idade tenha a maturidade suficiente para entender e saciar sua curiosidade. Ainda que isso dependa de pessoa para pessoa, pode se ter uma ideia de qual idade possam ser passadas essas orientações. Na sua opinião, o que responderia a pergunta da enquete a seguir?

Com qual idade você acha que os pais devem orientar seus filhos sobre sexo?
Os pais não devem orientar
Dos 10 aos 12 anos
Dos 12 aos 15 anos
Dos 15 aos 18 anos
A partir dos 18 anos
By: Zetrusk

16 comentários:

  1. Verdade,mas sexo hoje se tornou comum. Com 12 anos as crianças já estão praticando,acho que a partir dessa idade já deveria começar o diálogo entre pais e filhos

    ResponderExcluir
  2. esse assunto é complicado pois existem crianças de 12 anos que até uma suruba ja fazem em quanto outras ainda são bem inocentes acho que a partir dos 10 ja se deve tocar no assunto

    ResponderExcluir
  3. Já estou te seguindo. Será que você pode me seguir de volta?
    Um beijo.

    http://www.expectativasreais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. mais dificil que dizer a idade ideal é como dizer... acho q cada familia percebe quando é a hora, eu por exemplo durante toda a adolescencia só queria saber de estudar, isso tava longe da minha vida

    ResponderExcluir
  5. Eu ouvi falar uma vez que o sexo eh um pacto que vc faz com uma pessoa...entao acho importante ser feito com alguem realmente especial.

    pontosdabeleza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. O importante é dar informação as crianças que cada vez começam a fazer sexo mais cedo. E lembrar que tenham consciência.

    ResponderExcluir
  7. Ótimo texto cara! muito bem escrito, parabéns! Grande abraço!

    http://ocasamentoquimico.blogspot.com.br/

    Att,
    Gabriell Domingues

    ResponderExcluir
  8. Caramba,parabéns pelo texto,pois tocou em uma assunto bem delicado que vivemos nos dias de hoje,tem muita gente inocente e outros que com 12 já transaram,a diversidade sexual no Brasil é muito grande.Muitas vezes esse início precoce tem culpa dos pais,que não auxiliam e não conversam a/o criança/adolescente,como a gente sabe,dos 10 aos 15 anos é uma fase curiosa,experimental,e se os filhos não terem a base dos pais pra dizer o que é certo,o que errado ou dar uma explicação sobre as coisas necessárias,pode acabar dando em merda!

    ResponderExcluir
  9. TODO DIA, TODA HORA...JÁ!


    http://www.ziqzira.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Se quiser um dia escrever algo interessante e nos enviar, fique a vontade!

    ResponderExcluir
  11. sexo com amor e com a pessoas certo, acho que não existe mais hoje em dia, sexo já virou mais comum que ir a praia.

    ResponderExcluir
  12. Eu acho que devemos falar disso com nossos filhos desde pequenos, 9 a 10 anos. Fui ensinada até antes disso. Hoje infelizmente o sexo se vulgarizou. As pessoas tem que entender que libertinagem na sua maioria só traz infelicidade.

    ResponderExcluir
  13. O melhor sexo é o feito com amor,segurança e respeito.Prefiro estar envolvida com a pessoa pq dessa forma sempre é melhor.

    ResponderExcluir

Gostou da matéria, deixe seu comentário e suas opiniões, desde já, agradeço! Por favor, evite confusões ou comentários agressivos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...